RSS

Arquivo mensal: abril 2012

os top 10 países mais ricos do mundo em 2012 e a Bíblia


Lógicamente aqui não se comparam politicas sociais, IDH, divisão de renda a população e outros fatores, de qualquer forma nesta lista constam os 10 maiores países em termos de economia. A nossa presidente Dilma, por exemplo, declarou mais ou menos assim: ‘enquanto a população for pobre não adianta sermos a 6a maior economia mundial’.

No entanto, como um observador dos sinais dos tempos proféticos, analiso conforme a luz das profecias, como a de Daniel, que diz que o ultimo império, o império romano seria destruído, como o foi, porém sua influência como poeira se espalharia, como tem influenciado realmente as nações européias e ocidentais ao longo dos ultimos dois milênios (Dn. 2). Tudo que vimos hoje nas áreas de cultura, arte, leis, religião, esportes, ou seja, nos montes de influência da sociedade e até na marcação do tempo cronológico vêm da Europa; eles colonizaram os outros continentes e influenciam o mundo até hoje. Dos dez países mais ricos em 2012, descritos abaixo, cinco são europeus, três foram colonizados por eles e apenas dois são orientais, todos no entanto, com as mesmas tendências ocidentais capitalista.

O profeta Daniel quando fala do quarto reino (o império romano e sua descendência européia), menciona no cap. 7 um animal estranho que possui dez chifres, observe: ‘e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.’ Daniel 7:7. Esta profecia fala dos 4 impérios mundiais ao longo da história: Babilônia, Pérsia, Grécia e Roma. Sendo que os romanos mantiveram a maior dominação da história – até 1430 anos – e influenciam o mundo até hoje, pois toda cultura ocidental veio deles através de seus descendentes, os europeus.

Ainda no cap. 7 Daniel relata: ‘E, quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros, e abaterá a três reis.’ Daniel 7:24 – aqui menciona o que irá acontecer no fim dos tempos dentre os reinos que dominam o planeta. Toda movimentação e formatação geopolítica das ultimas décadas, primeiro apontaram para a formação dos blocos econômicos, União européia, BENELUX, OPEP, OTAN, BRIC, G-8, G-20 e diversos outros. Hoje porém, o discurso na boca dos principais líderes mundiais é a NOVA ORDEM MUNDIAL e GOVERNO MUNDIAL, a própria Dilma em recente visita a Índia fez esta declaração. Obama, Sarkozy, Angela Merkel e outros também tem ensaiado o mesmo tema; até o papa fez esta solicitação em recente discurso veiculado pelo jornal do vaticano e divulgado em diversos meios aqui na Europa em 2011. Onde isto nos remeterá? Serei bem claro em minha constatação: na criação de um governo mundial; onde surgirá uma liderança mundial, capaz de solver os problemas sociais, crises econômicas, escassês de recursos etc. A Bíblia denomina este poderoso reinante como O ANTICRISTO e o tempo será o da TRIBULAÇÃO e GRANDE TRIBULAÇÃO. O tempo que vivemos hoje é PRINCIPIO DAS DORES descrito por Jesus em Mateus 24, te desafio a conferir os textos bíblicos e tirar suas próprias conclusões.

Nominalmente, a NOVA ORDEM MUNDIAL foi criada assim: ‘A Nova Ordem Econômica Internacional foi imposta por um conjunto de propostas elaboradas e expressas pela Assembleia Geral nos documentos “Declaração de Estabelecimento de uma Nova Ordem Econômica Mundial” — Resolução 3.201 (1º de Maio de 1974) e “Plano de Ação para o Estabelecimento de uma Nova Ordem Econômica Mundial” — Resolução 3.202 (1º de Maio de 1974) e “Carta de Direitos e Deveres dos Estados” — Resolução 3.281 (12 de Dezembro de 1974). O objetivo era diminuir a disparidade de poder nas relações econômicas entre países industrializados e países em desenvolvimento. As propostas situavam-se em torno de algumas reivindicações específicas dos países em desenvolvimento, dentre os quais podemos citar: estabilidade de preços para commodities e matéria prima, transferência de recursos de países ricos para pobres, industrialização e tecnologia, corporações transnacionais, acesso a mercados, reforma no Sistema Monetário Internacional e maior poder nas discussões internacionais.’ Passados 38 anos, a previsão se concretiza e os emergentes são decisivos e o mundo toma novos contornos. Quem imaginaria China, India e Brasil na lista dos TOP 10?

Morando aqui na Alemanha e tendo conhecido diversas nações européias, observo atentamente o relógio profético e o agir no mundo, sua movimentação espiritual frenética. O que hoje no Brasil estamos vendo acontecer, como liberação do aborto, leis anti-homofóbicas, independência sexual e moral juvenil, avanço tecnológico desenfreado, vulgarização sexual, distorção dos princípios de família e casamento, crescimento islâmico e diversas seitas como nova era, ateísmo em alta, supervalorização do conhecimento acadêmico que cada vez mais exclui Deus e as coisas espirituais, o materialismo, filosofias diversas, idolatria ao esporte, comercialização do evangelho de Cristo, enfim, tudo isso e muito mais já existe aqui na Europa há diversas décadas. A Europa é a influenciadora, a maior propagadora do ‘sistema Babilônico’ no mundo, como a Bíblia exatamente nos mostra que aconteceria nestes tempos finais.

Mas, e daí, o que temos haver com isso tudo e o que eu e você podemos fazer? 

Primeiramente somos LUZ E SAL, e segundo, precisamos TER OS OLHOS ABERTOS para ver, e, VISÃO para alcançar o que o SENHOR está vendo e buscando. Só para refrescar nossa memória:

‘Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo. 
Mateus 28:18-20

Quero terminar este prelúdico artigo, com uma afirmação que para muitos soa extenuante, mas para mim com efeito retumbante e com voz profética:

AQUELE QUE TEM OUVIDOS PARA OUVIR OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ A IGREJA: JESUS ESTÁ VOLTANDO!

Top 10 países mais ricos do mundo 2012

As mudanças foram poucas, os emergentes continua subindo, enquanto os desenvolvidos, ficam estagnados ou em crise. Confira o top 10 baseado nos últimos PIB (Produto Interno Bruto) divulgado no fim de 2011 dos países mais ricos do mundo:

10. Índia

10.-India- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Seu rápido crescimento atual do PIB é de USD $ 2.012.760 trilhão conforme previsto para o ano de 2011. De fato, com base nos relatórios, há um crescimento 8,2 por cento ante a 2010. Alguns dos fatores que contribuíram para o seu progresso são os investimentos empresariais, os consumos privado, produtos agrícolas, e seus setores de serviços essenciais.

9. Rússia

9.-Russia- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

A Russia ganhou o nono lugar com USD $ 2,117.245 trilhões. Um crescimento previsto em 2007, quando foi estabelecidos planos de desenvolvimento econômico que duraria até o ano de 2020.  Assim, o plano é aperfeiçoar-se por causa da média de crescimento anual que atinge 6,7% ao ano em seu produto interno bruto. O alvo inclui desenvolvimentos industriais e outros fatores distribuíveis em setores econômicos.

8. Itália

8.-Italy- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Possui um PIB de USD $ 2,287.704 trilhões e, segundo o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional, tornou-se a quarta maior economia da Europa, quando se trata de PIB nominal, uma vez que se diversificaram economias industriais e sua infra-estrutura. É um dos oito membros das nações industrializadas do grupo G8.

7. Reino Unido

7.-Reino Unido Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Com USD $ 2,603.880 trilhões ganho no final do ano de 2011, o Reino Unido tem uma média de crescimento trimestral do PIB de 0,58%, o que o torna um dos gigantes quando se trata de economia estável, apesar da recessão que atingiu os principais países em últimos anos. Na verdade, ele acelerou no 3 º trimestre de 2011, o que vem principalmente nos setores de serviço, enquanto que detém a terceira maior economia da Europa.

6. Brasil

6.-Brazil- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

O nosso Brasil acumulou um PIB de USD $ 2,616.986 trilhões antes de 2012 começar e embora houvesse pouco crescimento em 2011, ele ainda conseguiu chegar ao 0,80% de crescimento do PIB, que vem principalmente de seus setores de serviços, fabricação de produtos de mineração, e agricultura. Na verdade, é a maior economia dos países sul-americanos. 

5. França

5.-France- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Com USD $ 2,888.907 trilhões registrados no fim do ano de 2011, atingindo um crescimento de PIB de 0,30% antes de terminar 2011. É considerado a segunda maior força econômica na Europa por causa de sua moderna concentração industrial diversificada. Apesar da recessão de 2008 para 2009, teve seu retorno em 2010.

4. Alemanha

4.-Germany- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

A Alemanha ganhou um total de USD $ 3,707.790 trilhões, com um crescimento médio de 0,31 por cento e é o país número um quando se trata de o crescimento econômico na Europa. Centra-se na exportação, que compreende da saída de 1 / 3 sobre o crescimento total nacional ou contribuição da economia do país.

3. Japão

3.-Japan- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Chegou ao terceiro lugar levando US $ 6,125.842 trilhões, com 0,52% de crescimento médio do PIB antes de fechar 2011. É conhecida por sua competitividade no livre comércio internacional. Na verdade, ele tem mantido sua classificação na lista dos cinco países mais ricos desde os anos 1960, apesar da recente experiência dos tsunamis que destruíram as vidas de muitas pessoas e a maioria das propriedades e outros ativos.

2. China

2.-China- Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Fechou 2011 com USD $ 7,744.133 trilhões com crescimento médio do PIB de 2,15 por cento. É a segunda maior economia do mundo, atras apenas dos Estados Unidos. É focada em comércio internacional, o seu povo são orientadas para o mercado, e o principal contribuinte para o seu crescimento é encontrado na exportação, que o fez, o maior exportador, e segundo maior importador de mercadorias no mundo.

1. Estados Unidos

1.-United-States Top 10 países mais ricos do mundo 2012

Ele ainda detém o título de maior economia e o seu lucro com base no PIB é de US $ 15,495.389 trilhões. Seu crescimento médio do PIB é de 3,28 por cento. Assim como a China, os EUA também é orientada para o mercado e se concentra em empresas particulares, cresceram, apesar das questões taxa de desemprego devido a recessão que houve nos últimos anos.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 24, 2012 em Uncategorized

 

Europa – pluralidade


Europa e sua Pluralidade  

Quando falamos de pluralidade nos referimos a multiplicidade, pode abranger diversos aspectos desde cultura até gostos pessoais. Quando pegamos um país como o Brasil percebemos o mosaico de cultura, etnia, religião, particularidades de cada região, cada Estado. Observe o jeito do baiano falar e o contraste do carioca, do mineiro, do nortista, do sulista e do nordestino. Cada um com sua cultura, culinária, tradições.

Na Europa torna-se ainda mais incrível vermos países com dimensões geográficas menores que o Estado do Espírito Santo, como a Suíça e Luxemburgo e os maiores terem dimensões do tamanho de Minas Gerais e São Paulo como França e Alemanha. No entanto, uma pluralidade incomparável, pois em distâncias de algumas dezenas de quilômetros você pode encontrar uma língua e culturas totalmente diferentes, como na divisa entre Itália e Austria ou Croácia. Isto ocorre em todas as regiões como nas fronteiras de França e Bélgica ou Holanda, enfim… todo o continente é formado por 49 países e todos, apesar de muito próximos são diversos em sua pluralidade.

Viajar pela Europa é experimentar um pouco de sua diversidade e ouvir as mais diversas línguas como Russo, Inglês, Francês, Alemão, Espanhol, Holandês, Português etc.

VEJA ABAIXO ASPECTOS GERAIS DA EUROPA:

A Europa é formada por 49 países:
(Listas dos países e suas capitais)
 
Albânia – Tirana
Alemanha – Berlim
Andorra – Andorra la Vella
Armênia – Ierevan
Áustria – Viena
Azerbaijão – Baku
Belarus – Minsk
Bélgica – Bruxelas
Bósnia e Herzegovina – Sarajevo
Bulgária – Sófia
Chipre – Nicósia
Croácia – Zagreb
Dinamarca – Copenhague
Eslováquia – Bratislava
Eslovênia – Liubliana
Espanha – Madri
Estônia – Tallinn
Finlândia – Helsinque
França – Paris
Geórgia – Tbilisi
Grécia – Atenas
Holanda – Amsterdã
Hungria – Budapeste
Irlanda – Dublin
Islândia – Reykjavik
Itália – Roma
Letônia – Riga
Liechtenstein – Vaduz
Lituânia – Vilnius
Luxemburgo – Luxemburgo
Macedônia – Skopje
Malta – Valeta
Moldávia – Chisinau
Mônaco – Cidade de Mônaco
Montenegro – Pogdorica
Noruega – Oslo
Polônia – Varsóvia
Portugal – Lisboa
Reino Unido – Londres
República Tcheca – Praga
Romênia – Bucareste
Rússia – Moscou
San Marino – San Marino
Sérvia – Belgrado
Suécia – Estocolmo
Suíça – Berna
Turquia – Ankara
Ucrânia – Kiev
Vaticano – Cidade do Vaticano
 
 
 
I-REGIONALIZAÇÃO DO CONTINENTE EUROPEU
 
O continente europeu não possui características homogêneas, pois as disparidades se apresentam em diversos aspectos como paisagens naturais, clima, política e cultura. O continente possui várias maneiras de ser regionalizado, uma delas é classificando em Europa Ocidental e Oriental.
            Existem várias classificações regionais para a Europa , dependendo do tema propostos, podendo ser através das análises espacial, econômica e cultural.
O continente é geralmente  dividido em Europa Ocidental e Europa Oriental, mas existe uma outra classificação que apresenta a Europa dividida em quatro áreas distintas no qual se enquadram a Europa Ocidental, Setentrional, Centro-Oriental e Meridional. 
 
 
 
II- EUROPA OCIDENTAL X EUROPA ORIENTAL
 
A regionalização antes e, principalmente, depois da Segunda Guerra Mundial gerou uma fronteira abstrata, isso significa o surgimento de uma barreira ideológica entre dois grupos de países que compõem o mesmo continente, de um lado os aliados dos Estados Unidos (capitalista) e do outro lado os que apoiavam a União Soviética (socialista), consolidando de vez a Europa Ocidental e Oriental(Leste Europeu).
Europa Ocidental distingue-se da Europa  Oriental pela geografia e por diferenças na história e na cultura. Estas fronteiras, no entanto, estão sujeitas a consideráveis flutuações e sobreposições, o que dificulta a diferenciação. O conceito de Europa Ocidental também está associado à democracia liberal.
Antes da Guerra Fria, o termo “Europa Ocidental” era usado para designar a França, aIrlanda, o Reino Unido, a Holanda, a Bélgica e o Luxemburgo.
 
Durante a Guerra Fria, quando a Europa Ocidental designava os países membros da OTAN(Organização das Nações Unidas) e sob influência americana, o termo era freqüentemente usado como contraponto a Europa do Leste, que estava sob influência soviética. As fronteiras entre os países do Ocidente e do Leste estavam muito bem defendidas, especialmente do lado oriental. A estas fronteiras dava-se também o nome de Cortina de Ferro (países socialistas do Leste Europeu que estavam aliados a URSS).
Com o declínio da URSS, e também do socialismo, surgiram diversas repúblicas autônomas que compunham o território soviético, no entanto, a independência não garantiu uma inserção eficaz na economia de mercado provenientes da herança do sistema produtivo da economia planificada que vigorava na URSS, que não conseguiu acompanhar as outras economias.
 
 
 
III- ASPECTOS GERAIS DA EUROPA
 
– A área do continente europeu é de 10.498.000 km².
 
– A população da Europa é de 744,7 milhões de habitantes (estimativa 2006).
 
– A moeda mais importante da Europa é o Euro (moeda oficial da União Européia), que circula em 17 países.
 
– O nome do continente tem sua origem na mitologia grega, pois Europa era uma mulher muito linda que despertou o interesse de Zeus  (deus dos deuses).
 
– No  geral, a economia dos países é bem desenvolvida, sendo que as mais fortes são: Alemanha, Grã-Bretanha, França,Itália e Espanha..
 
– Existe no continente um forte bloco econômico chamado União Européia (UE), que envolve 27 países. Existem também leis comuns que facilitam a circulação de cidadãos integrantes da UE.
 
-Em geral, a qualidade de vida dos europeus é muito boa. Os índices sociais estão entre os melhores do mundo. Nos países mais desenvolvidos da Europa, o analfabetismo é baixo, a expectativa de vida é alta e a criminalidade é pequena.
 
–  Há, neste continente, cinco grandes penínsulas: Itálica, Ibérica, Jutlândia, Balcânica e Escandinava.
 
– As ilhas européias mais importantes são: Córsega, Islândia, Ilhas Britânicas, Creta, Sicília e Sardenha.
 
-O relevo da Europa é bem diversificado. Por ser um terreno de formação antiga, predominam as planícies. Encontramos também planaltos de baixas altitudes e cadeias montanhosas desgastadas (Cárpatos, Pirineus, Apeninos e Bálcãs).
 
– O litoral europeu é muito recortado, facilitando a instalação de portos e a navegação.
 
– Existem sete tipos de climas na Europa: temperado oceânico, temperado continental,mediterrâneo, subpolar, semi-árido, frio continental e frio de altitude.
 
-Há vários rios na Europa, sendo que os mais importantes são: Danúbio, Reno, Volga, Douro, Tibre, Tejo, Sena, , Elba, Tamisa e Pó e Ebro.
 
-Embora grande parte da vegetação européia tenha sido devastada com o passar dos anos, ainda encontramos muitas formações vegetais neste continente. As principais são: Taiga ou Floresta de Coníferas (região norte), Tundra (extremo norte), Floresta Temperada (centro), Vegetação Mediterrânea (sul) e Estepes (leste).
 
– A Europa possui uma fauna bem diversificada. Os animais mais comuns no continente são: rena, urso pardo, raposa, lontra, lebre, javali, lebre, lince, perdizes e faisões.
 
– Línguas mais faladas no continente: russo, francês, alemão, inglês, italiano e polaco.
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 20, 2012 em Uncategorized

 

Alemães e tchecos são os que menos acreditam em Deus no mundo


Filipinos e chilenos são as pessoas mais religiosas do mundo, com os escandinavos e moradores dos antigos países do bloco comunista europeu na outra ponta, afirma um estudo americano divulgado nesta quarta-feira.
A pesquisa também destaca que quanto mais idosa, mais a pessoa acredita em Deus.
 
Os países onde as pessoas mais acreditam em Deus geralmente são os de forte presença católica, especialmente as nações em desenvolvimento. Além destes, aparecem Estados Unidos, Israel e Chipre, segundo o estudo do instituto NORC, da Universidade de Chicago.
 
A pesquisa foi baseada em estudos internacionais realizados em 30 países em 1991, 1998 e 2008.
O resultado mostra que 94% dos filipinos “sempre” foram fiéis, seguidos pelos chilenos (88%) e americanos (81%). Nas últimas posições aparecem os alemães da antiga Alemanha Oriental (13%) e os tchecos (20%).
Segundo o estudo, os países mais ateus são os escandinavos e os que integravam o antigo bloco comunista do leste europeu (com exceção da Polônia), com as taxas mais fortes de ateus entre os moradores da antiga Alemanha Oriental (59%).
 
A crença em Deus caiu em todas as partes, com exceção de Rússia, Eslovênia e Israel.
O estudo mostra ainda que a fé é maior entre as pessoas mais velhas. Na média, 43% das pessoas com 68 anos ou mais têm a certeza de que Deus existe, contra 23% do grupo de 27 anos ou menos.
“As maiores mudanças acontecem a partir dos 58 anos. Isto sugere que a fé aumenta com a proximidade da morte”, disse o coordenador do estudo, Tom W. Smith.  fonte: yahoo.com
 
Morando aqui na Alemanha e visitando diversos países da Europa, inclusive do leste europeu não é difícil chegar-se a esta constatação. A Europa é um continente pós-cristão!  
 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 18, 2012 em Uncategorized