RSS

Ato profético em Londres

22 fev

Inglaterra, Reino Unido, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte – Londres entre 18 a 21/02/2012

Programamos esta viagem aparentemente apenas por causa do preço da passagem que estava muito baixo, mas, Deus tem o tempo kairós, o tempo profético, e, Ele nos orienta, nos direciona a caminhar neste tempo. Este era o tempo determinado na eternidade para estarmos aqui. A logística foi meio complicada, compramos as passagens de avião para sairmos de Dusseldorf, mas, descobrimos – por Deus – que existe Dusseldorf Nordheim Weeze(NDN), que fica a 80 km de Essen, ou seja, não era a Dusseldorf International Air port(DUS) aqui a 28km e que poderíamos ir facilmente de trem em qualquer horário. Tivemos que alugar um carro e viajar até lá no dia 18 de Fevereiro pela madrugada para voarmos às 6:35 da manhã. Mas, valeu a pena, talvez se não houvesse o ‘engano’ nós não teríamos tido a coragem de encarar os desafios. Glórias a Deus até pelo ‘erros’!

Enfim, chegamos em Londres também no aeroporto mais longe em Stansted. Pegamos ônibus e em 1 hora e 15 estávamos em Victoria Station, na avenida Bukingham, na mesma avenida do palácio real. Deixamos malas no Hotel The W14 em Kensington na estação Baron´s Court e fomos conhecer a famosa e, diga-se de passagem, linda cidade Londrina. Ao vivo é ainda mais contagiante que por fotos ou pela Tv, fomos surpreendidos ainda mais do que esperávamos. Sua arte, movimentação de milhares de pessoas nos transportes publicos, metrô ou ônibus de 2 andares vermelhos, mais os tradicionais táxis de estilo antigo, cor preta tradicional ou estilizados até com a bandeira da UK.

Primeiramente fizemos ato profético diante do Big Ben, na ponte sobre o Tâmisa. Jogamos sementes e terra de Israel e profetizamos que Londres, uma das mais influentes cidades européia, será novamente tocada pelo poder de Deus, receberá a visitação do Espírito Santo trazendo avivamento!

Neste mesmo dia fomos a Hillsong Church no centro de Londres. No primeiro culto às 9 hs da manhã – tradução para o português e espanhol – fomos recebidos calorosamente por diversos jovens na porta, que nos receberam com muito amor e atenção, poucas vezes se é recebido tão bem assim em uma igreja. Ninguém que chega fica sem ser abordado; o culto foi impressionante. Ainda não tinha sentido tanto a presença de Deus num culto aqui na Europa. Muita unção, presença de Deus, ‘água fartas na adoração, que maravilha e, como estávamos precisando!!!’

Londres é uma das maiores mega cidades da Europa. Abriga milhares de estrangeiros e talvez seja a capital européia com maior numero de brasileiros (mais de 150 mil). É muito comum encontrarmos os tupiniquins nas esquinas, ruas, metrô, lojas, pontos turísticos…

Percebemos algumas características interessantes em Londres:

. O céus são mais abertos – espiritualmente – que a Alemanha por exemplo. E, até agora é o mais aberto que já vimos aqui na Europa. Talvez pelo fato de a Inglaterra ter sido palco diversas vezes de grandes avivamentos e ter tido muitos homens de Deus de oração como John Wesley e Charles Spurgeon. E, atualmente ter inúmeras igrejas evangélicas e um povo que continua orando!

. Menos fumantes nas ruas, comparado com Munique e Essen, onde moramos, mas mesmo assim um alto índice.

. Menos cachorros com seus donos.

. Transporte de metrô mais rápido.

. Maior quantidade de pontos turísticos, indiscutivelmente, principalmente gratuitos; é possível conhecer diversos museus gratuitamente, como o British Museum e o Museu de ciência natural, entre outros.

. País que possui a maior pompa em relação a corte real.

Bom, falando sobre os atos proféticos; além de orarmos e clamarmos por este país, fizemos ato profético na ponte sobre o rio Tâmisa em frente ao Big Ben, ali clamamos e decretamos sobre Londres e os países britânicos que compõe a ilha, Reino Unido, País de Gales, Inglaterra, Escócia e Irlanda do Norte. Jogamos semente com terra de Israel e profetizamos; o Big Ben é o relógio mais famoso do mundo, quando nós chegamos lá eram exatamente 12 hs e os sinos batiam e ecoavam forte pelo ar; e o Espírito me fez atentar a este sinal profético: o relógio do tempo Kairós está próximo de bater as 12 badaladas, a trombeta está próximo a soar arrebate, o Senhor Jesus está voltando!

. Na madrugada de nosso ultimo dia em Londres, Deus me deu um sonho onde eu me via em Greenwish orando. Eu nem havia colocado em nosso roteiro este local, apesar de sua importância, iria passar despercebido, por nós, mas não por Deus! Fomos até lá e aconteceu exatamente como no sonho.

Greenwish foi colocado como o centro do mundo, o ponto do marco zero da terra. *veja abaixo a história*. Interessante que na semana passada o Espíriro me levou a estudar sobre as profecias de Daniel, no capitulo 7:25 diz que o quarto reino, descendência do império grego-romano, iria mudar épocas e tempos, assim como também a lei. Greenwish é diretamente o cumprimento desta profecia na minha opinião, no que diz respeito a mudança dos tempos. Assim como a Inglaterra teve e tem papel preponderante na história, pois daqui saíram muitos pensadores, cientistas e filósofos que ajudaram na construção do novo mundo moderno e pós-moderno.

Deus tem me mostrado que a Europa é o descendente direto do império romano. Se observarmos o mapa de dominação romana, podemos observar que Roma, além do norte da África, tomou toda a Europa, desde a atual ilha Inglesa até todo o leste europeu. Toda arquitetura, ciências, filosofia, artes, direito (lei) etc, até hoje tem o resquício romano. É muito evidente notar no comportamento sócio cultural e antropológico da contemporaneidade européia os resquícios de Roma. Baseada em constatações históricas, da ‘personalidade romana’ em seus povos atuais.

Inclusive Tathiana descobriu em uma de suas pesquisas, que a lenda da origem do nome Europa, deu-se devido a paixão de Zeus pela bela virgem Europa. Ele desce à terra transforma-se num touro muito robusto e bonito, Europa se apaixona e sobe no touro que a rapta, dando origem a lenda. Esta imagem existe hoje na cidade francesa de Estrasburgo em frente ao parlamento europeu :  http://osignificadodascoisas.blogspot.com/2008/04/europa.html

Profetizamos ali então, que o tempo é determinado pelo Kairós de Deus e não pelos tempos do império de Roma, determinamos que o tempo de Deus será entendido pela humanidade, através da boca dos profetas de Deus! Veja o vídeo neste link e as fotos.

Ficamos em Londres de 18 a 21 de Fevereiro e ali foi o tempo de Deus para estarmos intercedendo e profetizando.

*Greenwish:

O sistema de fusos horários foi criado em 1883, numa conferência em Roma, surgindo por uma necessidade de padronização do horário mundial. Antes desse sistema ser criado, o horário era definido pelo relógio de sol, onde o meio-dia era observado quando os raios solares estivessem à pino.

O sistema foi estabelecido dividindo a esfera terrestre em 360 graus pelo número de horas que a Terra  gasta para dar um giro completo em torno de seu eixo (24 horas). O resultado foi de 15 graus, indicando que a terra gira 15 graus a cada 1 hora.

Sendo 15º = 1 hora, 1º = 4 minutos.

divisao-terra-360-graus

Então, no ano de 1884, em uma conferência realizada em Washington, nos Estados Unidos, foi estabelecido que oMeridiano de Greenwich seria usado como o meridiano central, onde a cada grau leste, aumenta-se 4 minutos e a cada grau oeste, diminuí-se 4 minutos.

Fusos Horários de acordo com o Meridiano de Greenwidth (clique para ampliar)Fusos Horários de acordo com o Meridiano de Greenwich
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em fevereiro 22, 2012 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: